Eleições - Distribuição de amor gratuito limitado

Por - terça-feira, agosto 23, 2016


E as porteiras estão abertas!!!
Ontem foi o dia em que o centro ficou lotado, o fazendeiro ia na frente e o rebanho sempre atrás.
Tirando o natal, o período político é a época em que mais se vê aperto de mão e abraços sendo distribuídos "gratuitamente".
É uma preocupação com o próximo, uma necessidade de contato que não se explica..
Beijinhos, apertos de mão, abraços.. o que você precisa pra cá, o que eu posso fazer por você pra lá..
Que época boa essa né? A porteira se abre e o amor floresce no coração do homem, só que sabemos que não é bem assim.. infelizmente esse amor dura bem pouco e que de gratuito ele não tem nada. A necessidade que um político tem em ser aceito e fazer com que confie nele a ponto de o eleger o leva a transmitir por muitas vezes aquilo que ele não é e a falsidade rola solta.
Em período de eleição, quem gosta de ser paparicado tá feliz da vida, porque é um excesso tão grande que chega a ser chato, eles querem saber até o que você almoçou ontem. Eles criam uma afinidade tão grande, que parece que já nos conhecemos a anos..
Mas quando passa a eleição, tudo passa como se fosse um raio, o político nunca ouviu falar de você, sabe aquela casa em Madri? Nem casinha de cachorro  pra contar história. Cadê a preocupação? Cadê o amor? Cadê o aperto de mão? Nada.. não tem mais nada..  tudo passa, só o que não passa é a falta de tudo na vida do brasileiro.


Beijinhos, fiquem com Deus e até a próxima!

Você também vai amar

0 comentários

Obrigada por deixar seu comentário, é esse carinho que me faz continuar. Volte sempre!! Bjinhos!!!